Paraná ganhará hub de inovação em mobilidade elétrica

O Governo do Estado e a multinacional francesa Dassault Systèmes vão montar em Curitiba um hub (espaço de integração) de inovação para pesquisa aplicada e desenvolvimento tecnológico com foco em mobilidade elétrica. O memorando de entendimento foi celebrado nesta quarta-feira (27) pela Superintendência de Inovação da Casa Civil e envolve ainda a Universidade Federal do Paraná (UFPR), o Senai e a Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação.

O principal objetivo é aproximar os estudantes de engenharia e profissionais das empresas paranaenses que se debruçam sobre eletromobilidade dos sistemas da Dassault Systèmes, que disponibilizará seus softwares para pesquisa e prototipagem. A empresa desenvolve e comercializa softwares para governos e indústrias, e tem mais de 190 mil clientes em 140 países. O local de instalação ainda não foi definido.

“A Dassault Systèmes tem produtos muito interessantes e infraestrutura. A ideia é unir a academia e seus inúmeros projetos, e possibilitar que os pesquisadores façam protótipos a partir dos sotfwares da empresa”, afirmou Henrique Domakoski, superintendente de Inovação da Casa Civil. “As universidades produzem muito, mas historicamente algumas ideias ficam apenas em ambiente interno. A intenção dessa vez é que isso seja apresentado para a sociedade e para o mercado”.

Entre os objetivos dessa parceria estão estímulo, apoio e capacitação de iniciativas empreendedoras de interesse do Estado para o desenvolvimento de novas tecnologias na área de eletromobilidade e planejamento urbano no contexto de cidades inteligentes, além do incentivo a tecnologias para a indústria paranaense, como novos materiais, baterias, sistemas cibernéticos, direção autônoma, automação, robótica, design generativo e internet das coisas.

O memorando também prevê colaboração integrada com o Vale do Pinhão e o setor produtivo para gestão da inovação, implantação, seleção, consolidação e expansão de startups.

“Esse memorando está muito alinhado ao que o Governo do Paraná imagina para o futuro. Não dá para construir o Estado mais inovador do Brasil sozinho, por isso essa parceria com a iniciativa privada e com a academia para construir esse hub”, emendou Domakoski. “Em Curitiba ele terá foco em mobilidade elétrica, mas a ideia é expandir para outras cidades respeitando as vocações de cada região”.

O superintendente de Inovação da Casa Civil complementou que o memorando de entendimento se soma ao ecossistema estadual de inovação, que integra empresas, academias, administrações municipais e o poder público estadual em um sistema de financiamento, troca de expertises e incentivo de produção de soluções inovadoras.

MOBILIDADE ELÉTRICA – O Governo do Estado e a Copel têm diversas iniciativas que visam ampliar a mobilidade elétrica. O Paraná tem a maior eletrovia do Brasil, instalada pela estatal de energia. São 730 quilômetros na BR-277 ligando o Porto de Paranaguá às Cataratas do Iguaçu, em Foz do Iguaçu, com 12 eletropostos de abastecimento. O Tecpar (Instituto de Tecnologia do Paraná) atua na certificação da cadeia de eletropostos e no dimensionamento e otimização da distribuição.

Há dois meses, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou três projetos da Copel voltados ao fomento da mobilidade elétrica, que totalizam investimento de R$ 15,6 milhões. Os projetos serão executados ao longo dos próximos 36 meses e visam soluções tecnológicas para melhorar a gestão da eletrovia – a maior da América Latina – e a integração entre a concessionária que administra o trecho, eletropostos, proprietários de veículos elétricos e a indústria da mobilidade elétrica.

Desde outubro, passou a vigorar a lei de iniciativa do Poder Executivo que zerou o Imposto sobre Propriedades de Veículos Automotores (IPVA) na compra de veículos elétricos até 31 de dezembro de 2022. Antes, a alíquota cobrada era de 3,5%. Um carro elétrico demanda 40% a menos de manutenção e consegue rodar 300 quilômetros com aproximadamente R$ 40. O objetivo é estimular o uso de carros que poluem menos o meio ambiente.

O Estado também instituiu por lei o Dia da Eletromobilidade, com objetivo de incentivar essa tecnologia e ampliar as ações de sustentabilidade. O texto estabelece a celebração anual no Paraná todo dia 19 de outubro.

Mais Textos Smart Energy:

No Blog Smart Energy você encontra notícias sobre o setor de energias e também artigos científicos desenvolvidos por especialistas na área